Projeto Roda de Leitura 2014/2015: Biografias (fictícias?) de escritores

DEZEMBRO DE 2014
Espaço 308: 06 (sábado) 16h
Espaço Novo Mundo: 09 (3a.feira) 19h



TAHAN, Vivência Bretas. 
Cora coragem, Cora poesia
São Paulo, Global, 240p.
A biografia romanceada, forma preferida por Vicência, lhe permite adotar as liberdades de criação, peculiar à ficção, sem trair a fidelidade aos fatos, aumentando o interesse e a comunicação com o leitor. A vida narrada como uma novela, tão do agrado do leitor brasileiro. Assim, os episódios são vistos com um certo distanciamento, mas recriados com ternura, muito típica da autora, que se revela sobretudo nos momentos mais difíceis da vida da biografada, como a sua fuga de casa com um homem separado da esposa, a sua integração numa sociedade muito diferente da goiana, onde logo circula a sua condição de mulher não casada, um fato terrível naquelas primeiras décadas do século XX, a sua aceitação pela sociedade, numa espécie de metáfora da própria vida de Cora, uma história de superação.

***
2015

JANEIRO
Espaço 308: 17 (Sábado) 16h



SANTOS, Joel Rufino dos Santos
Claros sussurros de celestes ventos
Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2012, 182p.
No livro, Joel Rufino inventa que dois dos maiores escritores negros do Brasil, Lima Barreto e Cruz e Sousa, se encontraram algumas vezes e que algumas de suas criaturas, como a Olga, do Policarpo Quaresma, e a Núbia, de Broquéis, continuam suas vidas em novos tempos e lugares. Pode ser lido como um romance histórico da revolução paulista de 32, do modernismo, das cidades mortas do vale do Paraíba, da crise de 29. Ou apenas como uma intensa ficção, em que o próprio estilo poético é personagem.

FEVEREIRO
Espaço Novo Mundo: 24 (3a.feira) 19h
Espaço 308: 28 (Sábado) 16h


MIRANDA, Ana
A última quimera
São Paulo, Companhia das Letras, 2013, 323p.

Com sua rara habilidade de trazer até o presente o sentimento vivo do passado, Ana Miranda debruça-se neste livro sobre a vida e a obra de Augusto dos Anjos (1884-1914), o poeta que surpreendeu nosso mundo literário ao misturar a objetividade do cientificismo com os mais profundos sentimentos do ser humano. Lastreada por uma ampla pesquisa histórica, a autora não só dá corpo poético às inquietações metafísicas que consumiam o jovem poeta, como traça um quadro impecável dos costumes e principais acontecimentos da época: os descaminhos da República, as disputas políticas, a Revolta da Chibata, a modernização do Rio de Janeiro, o duelo entre Olavo Bilac e Raul Pompéia, a onipresente influência francesa, etc. O resultado é um panorama vivo de um dos momentos mais fascinantes de nossa história recente, numa obra literária instigante e memorável. 



  • Biblioteca Comunitária do Espaço 308: Rua Paschoalina Migliorini, 131 - Ponte Grande - Guarulhos  // Contato joaocanobre@gmail.com
  • Livraria Nobel no Espaço Novo Mundo: Avenida Salgado Filho, 1453 - Centro - Guarulhos // Contato: 2408-9762

Comentários