O paraíso dos gatos

http://www.desktop4ipad.com/index.php/tag/japanese/ - Acessado em 27 de janeiro de 2012

Olá!
Minha primeira postagem do Baú de histórias é  uma que achei na antologia Lá vem história: contos do folclore mundial, organizada pela Heloísa Prieto, publicada pela Companhia das Letras em 1997.

É uma história do folclore japonês (tudo a ver comigo, claro).
Espero que gostem.
Resolução de ano novo: ser mais constante na pesquisa e na postagem de belas histórias.
Um abraço!!


O paraíso dos gatos
Era uma vez uma bela menina órfã que se chamava Yukiko.

Ela trabalhava na casa de uma velha terrível. Sua vida era pura tristeza, pois a menina só tinha como amiga uma gatinha.

Mas um dia a gatinha desapareceu. Yukiko chorou muito. E a dona da casa, em vez de consolar a pobre menina, dizia-lhe assim:

-- Viu no que dá se apegar aos animais? A gata te abandonou!

A menina, porém, não acreditava nisso. Sua confiança no bichinho continuava a mesma. Foi então que um adivinho pássou pela cidade. Falava-se que ele era capaz de revelar todos os segredos do mundo. Yukiko foi correndo perguntar-lhe sobre o paradeiro de sua gatinha.

-- Sua gata está na montanha dos felinos, que fica a leste daqui. Se você for corajosa e tomar cuidado, será fácil reencontrá-la – ele lhe disse.

Yukiko não hesitou. Pediu licença à patroa e partiu em busca da gata. Andou muito até chegar a uma cidade lindíssima, onde foi acolhida por outra menina, que a convidou para jantar. De início ela se sentiu feliz, mas à noite ouviu vozes estranhas que diziam:

-- Essa menina adora gatos. Vamos protegê-la. É melhor impedir que algum de nós tente devorá-la.

A menina despertou muito assustada. Que lugar era aquele? Porém, antes que ela pudesse partir, alguém bateu à porta de seu quarto. Yukiko a abriu e deu com sua gatinha, que havia se transformado em gente.

-- Minha querida amiga – disse-lhe a gata – você está no paraíso dos gatos. É um lugar perigoso para os humanos que nos tratam mal. Mas, como você sempre nos ajudou, os felinos pediram que eu lhe desse um presente.

E então entregou à amiga uma caixinha repleta de jóias e pedras preciosas. Na manhã seguinte Yukiko voltou à sua cidade. Deixou o antigo emprego e comprou uma casa. Aliás, a caixinha era mágica: as joias nunca se acabavam.

Furiosa de inveja, a antiga patroa viajou até a montanha dos felinos. Quando lá chegou, bateu à porta da mesma casa onde a menina ficara hospedada e foi logo dizendo:

-- Quero as joias também! Pois vocês, gatos, não vivem rondando a minha cozinha?
Mas quando a porta se abriu ela foi jogada num salão. Um imenso tigre surgiu e perguntou-lhe:

-- Você prefere trabalhar ou morrer?

A patroa preferiu viver. Porém, como no paraíso dos gatos o tempo é eterno, lá ela continua e continuará a trabalhar até o fim do mundo.

Comentários

Postar um comentário