sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Curso Viva e Deixe Viver de Contação de Histórias 2017

http://www.vivaedeixeviver.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=81&catid=16&Itemid=300 - Acesso em 19 de janeiro de 2017






AS INFORMAÇÕES ABAIXO SÃO PARA O CURSO DE SÃO PAULO SP

SEDE VIVA SP


Rua: Fortunato, 140 - Santa Cecília - São Paulo/SP
Telefone: +55 (11)3081-6343
**
O Curso para formação de Contadores de Histórias acontecerá no período de fevereiro a agosto de 2017.

Formamos um voluntário Contador de Histórias com competências de um agente de saúde, pesquisador e promotor das boas práticas na gestão do bem estar.

Desejamos um cidadão consciente pela causa “humanização da Saúde”, que tenha compromisso com nossa missão junto a crianças, adolescentes, famílias e profissionais e que seja constante na responsabilidade de educar e obter saúde com indicadores positivos.

Para tornar-se parte integrante de nossa equipe de contadores de histórias em hospitais e adquirir o Direito de Uso do Avental da Viva, é necessário que o participante tenha 100% de presença nas aulas ministradas no curso de formação. A reposição de aulas por ausência só poderá ser feita nas disciplinas não obrigatórias e serão limitadas a 25% do curso, ou seja, três (3) disciplinas.

Eventuais faltas devem ser justificadas e serão submetidas a avaliação, podendo ou não ser autorizada a sua reposição. Lembramos que haverá apenas uma única aula de reposição para cada disciplina. Tendo em vista sua excepcionalidade, as reposições serão limitadas a 20 pessoas, escolhidas pelo critério de preferência, ou seja, as vinte primeiras pessoas a solicitarem a reposição.

Os voluntários que porventura não completarem 100% de participação do curso serão convidados, a partir de agosto, a conhecer a gestão da Viva, e poderão atuar como Fazedores de Histórias, conciliando uma atividade na sede e/ou eventos organizados pela Associação.

E aqueles que têm uma vida cheia de compromissos mas desejam praticar uma ação voluntária, mesmo que pontual, poderão se habilitar para atuar como Contadores de Histórias em organizações ligadas ao Centro de Voluntariado de São Paulo.

Para isto deverão assistir e participar a 50% de conteúdos ligados aos seguintes Módulos: “Princípios e Diretrizes da Associação Viva e Deixe Viver”, “Fundamentos Filosóficos do Voluntariado Contemporâneo”, Planejamento Pessoal e Administração no Tempo do Era uma vez”, “Formação de leitores e o Valor de Registro no Diário do Contador e Histórias de quem Conta História” e o “Sarau Literário”.

Informações sobre o Centro de Voluntariado de São Paulo poderão ser obtidas através do site www.voluntariado.org.br.
Confira os pré-requisitos para se tornar um voluntário Contador de História da Associação Viva e Deixe Viver:
  • Conhecer e concordar com missão, causa, princípios e visão da Associação Viva e Deixe Viver (vide link);
  • Ter idade superior a 18 anos;
  • Gostar de ler, ter disponibilidade para estudar livros infantis e interesse em ser Contador de Histórias;
  • Ter disponibilidade para atuar uma vez por semana durante duas horas no hospital de sua escolha (vide link);
  • Participar de oficinas de capacitação oferecidas pela Associação para aperfeiçoamento da atividade de contar histórias;
  • Saber que o trabalho voluntário não será considerado como um estágio;
  • Não buscar colocação profissional nos hospitais parceiros da Associação Viva e Deixe Viver;
  • Ter o direito de Uso do avental da Associação Viva e Deixei Viver, disponibilizado na formatura enquanto o voluntário estiver em atuação nos hospitais parceiros. Caso haja desistência das ações voluntárias, o avental deverá ser devolvido na sede em São Paulo.
Taxa de inscrição
O curso Viva e Deixe Viver de Contação de Histórias 2017 tem 90% do custo subsidiado pela Lei Rouanet. O interessado em participar do curso terá como despesa uma taxa única no valor de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais), que se refere aos 10% restantes dos custos, não subsidiados, e que se destina a: manutenção dos espaços, custos administrativos e o direito de uso do avental. Lembramos que o avental será entregue apenas àqueles que se tornarem voluntários da Viva e concluírem o curso com ambiência hospitalar. 
A isenção da taxa será concedida excepcionalmente, limitada a 05% das vagas disponibilizadas no curso, e é condicionada ao seguinte:
a) Deverá ser requerida por escrito, no local designado para as inscrições, com antecedência mínima de 30 (trinta) dias da data de início do Curso;
b) O requerente deverá ser estudante de escola pública ou declarar, sob as penas da lei, ter renda mensal própria ou do responsável inferior ao limite de isenção do imposto de renda.
Ressaltamos que em caso de desistência do Curso de Contação de História, a taxa de inscrição não será reembolsada.
Limite de inscrições: 280 vagas
CRONOGRAMA:
18 de Fevereiro– Disciplina: Princípios e Diretrizes da Associação Viva e Deixe Viver e Fundamentos Filosóficos do Voluntariado Contemporâneo
Apresentação da Associação Viva e Deixe Viver e do processo de treinamento. Educar para a solidariedade pressupõe recuperar conceitos que não se reduzem a sentimentalismos ou a uma vaga ideia de assistencialismo. Solidariedade tem a ver com a solidez de uma vida em sociedade, a qual se apoia na vida da família e na de outras comunidades.

11 de Março- Disciplina: Planejamento Pessoal e Administração no Tempo do era uma vez
Propõe aos participantes uma visão sobre as diferentes atividades do seu dia-a-dia, proporcionando uma reflexão sobre a inserção da ação voluntária na magia do “Era uma vez, do Brincar e como elas transformam as vidas de pais e crianças”.

25 de Março (Obrigatória)– Disciplina: “Formação de leitores e o Valor do Registro no Diário do contador e Histórias de quem Conta Histórias”
Apresentar aos participantes as principais técnicas de contação de Histórias, recursos e os benefícios da leitura, baseada no prazer, na identificação, no interesse e na liberdade de interpretação.

08 de Abril (Obrigatória)- Disciplina: A Ética do Contador e o Uso do Avental da Viva e Ambientação Hospitalar / O Mundo da Saúde.
A arte de Contar histórias motivando vidas no acolhimento , a Empatia no Acolhimento, Educação. NR32 - Abordar a realidade hospitalar, os cuidados necessários com a higiene, como a lavagem das mãos, alimentação, aparência, o respeito pela equipe multidisciplinar, acompanhantes e pelas normas do hospital, através de literatura apropriada visando a cultura e educação. Conhecer práticas e valores da Associação.

29 de Abril (Obrigatória)– Disciplina: Processo de Morrer /Lidar com as Perdas
Fala sobre o paciente paliativo e sua família, o conforto físico, social e espiritual, além do processo de luto.

22 a 27 de Maio (Obrigatória)- Disciplina: “Vivência Terapêutica - Aprendendo a Perder” (escolher apenas um dia na semana) (Sede da Associação)
Sistema de avaliação do voluntário para atuar na ambiência hospitalar através da dinâmica que propõe a reflexão sobre questões emocionais que surgem durante a atuação junto às crianças e aos adolescentes nos hospitais.

19 e 20 de Maio– Workshop: “A descoberta do Brincar Educacional” (Anfiteatro do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas)

5 a 10 de Junho (Obrigatória) - Sarau Literário (escolher apenas um dia na semana).
Oportunidade de vivenciar uma situação de contação de histórias e orientação para desenvolver esta técnica.

01 de Julho a 29 de Julho (Obrigatória)Disciplina: Treinamento no Hospital(um dia por semana) (Hospital de Escolha)
Conhecer o ambiente hospitalar, as regras do hospital e iniciar a contação de histórias e incentivar a leitura para as crianças e adolescentes a partir do monitoramento de um voluntário mais experiente.

05 de Agosto (Obrigatória)- Disciplina: “Conversa Viva: Assumindo o seu Contador de Histórias” (Sede da Associação)
Discutir as experiências vividas e enfrentamentos durante o treinamento monitorado nos hospitais. Impactar os novos voluntários transcorrendo todo o processo preparatório de 7 meses que ele teve que passar para chegar à etapa final.

19 de Agosto (Obrigatória)– Formatura: “Celebrando a Arte de Ler, Brincar e Contar Histórias”.
Local:Auditório da Uninove Campus Memorial – Av. Francisco Matarazzo, 364 Água Branca.
Horário:das 9h às 12h

Nenhum comentário:

Postar um comentário